Implantes guiados por computador

O que é um implante dental minimamente invasivo?

Visando um melhor conforto para os nossos pacientes, os implantes minimamente invasivos são posicionados através da tecnologia 3D no mundo Virtual ( Computador ). Dessa forma um guia cirúrgico prototipado é previamente confeccionado, dispensando a necessidade incisões extensas ( cortes ). Consequentemente a recuperação pós-operatória é excelente.

O implante é uma maneira de colocar ou substituir um ou vários dentes perdidos, devolvendo a capacidade de mastigação e a estética do seu sorriso. É uma solução que elimina a necessidade de troca frequente de próteses ou o uso de próteses removíveis. O paciente que coloca um implante alcança uma mastigação mais eficiente, maior segurança e satisfação ao sorrir, pois é uma solução fixa.

Quanto tempo dura o período entre a cirurgia e a colocação das próteses?
Após a instalação do implante, ocorre o período de osseointegração, ou seja, é a fase em que o osso ao redor do implante torna-se unido à superfície de titânio. Normalmente dura de 3 a 6 meses dependendo de cada caso. Em alguns casos, devido à estabilidade imediata do implante no osso, é possível colocar a prótese imediatamente.
Posso mastigar após a cirurgia?
É importante que durante o período de osseointegração o implante não sofra cargas excessivas de mastigação ou movimentações bruscas. Durante esse tempo o dentista pode confeccionar um elemento dentário provisório.
Quanto tempo dura a cirurgia?
Vários fatores influenciam o tempo cirúrgico, desde a complexidade do seu caso até o tempo cirúrgico de cada profissional. Em nossa experiência a cirurgia vai desde 15 minutos para casos mais simples até 1 hora para casos mais complexos.

Quem pode fazer?
O cirurgião dentista é quem avalia se uma pessoa está apta a receber implante dentário, após a realização de exames clínicos, radiográficos e laboratoriais. A porcentagem de sucesso nos implantes dentários é de 98%.
Um implante bem-sucedido começa na sua correta indicação: será avaliado se a área a ser implantada possui altura e espessura óssea adequadas e qual o número de implantes que serão colocados.
Em alguns casos é indicado iniciar o tratamento com enxerto ósseo, para propiciar aumento da formação óssea e remodelação óssea. Existem tratamentos avançados que permitem absorção e integração total do enxerto na estrutura óssea já existente. Podem ser utilizados enxertos ósseos de doador, do próprio paciente ou de biomateriais, proporcionando condições favoráveis ao implante dentário.
O implante dentário não é indicado para adolescentes, pois durante a fase de crescimento ósseo, ele não acompanhará o crescimento dos dentes naturais.
O tabagismo dificulta o implante em fumantes, mas ainda assim é possível fazê-lo, com bons resultados. O cirurgião fará uma orientação especial nesse caso.
Dói fazer implante dentário?
Com os medicamentos atuais, técnicas cirúrgicas precisas e equipamentos que geram o mínimo de trauma, além de cuidados pós-operatórios adequados, a dor é minimizada. Normalmente a cirurgia é feita apenas com anestesia local. Em alguns casos especiais, faz-se a sedação do paciente com a presença de um anestesista.

Qual o período para revisão do implante ?
É recomendada uma avaliação de 6 em 6 meses. Devem ser feitas limpezas e verificações, para garantir maior durabilidade do trabalho e ótima performance.

Onde são realizadas as cirurgias?
No consultório, em sala preparada para a cirurgia.